A composição do emprego agrícola no Brasil e nas unidades da Federação, 1970-95

Paulo Marcelo de Souza, João Eustáquio de Lima

Resumo


O trabalho procura analisar as mudanças ocorridas na composição do emprego agrícola, no período de 1970 a 1995, em nível de Brasil e das unidades da federação. Os resultados evidenciaram, para a década de 1970, tendência de redução na importância relativa do emprego familiar no pessoal ocupado, acompanhada de crescimento na proporção de trabalhadores permanentes e na participação dos empregados temporários. A primeira metade da década de 1980 marcou uma reversão dessa tendência, com a redução na participação do emprego permanente e temporário, acompanhada de crescimento na importância da mão-de-obra familiar
e da parceria. Entre 1985 a 1995, houve também redução na importância dos trabalhadores temporários, mas a participação dos empregados permanentes se elevou.


Palavras-chave


Emprego Agrícola; Modernização; Tecnologia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia