Medindo o impacto regional da política monetária brasileira: uma comparação entre as Regiões Nordeste e Sul

Eurilton Araújo

Resumo


Este trabalho procura documentar o impacto da política monetária brasileira após o Plano Real
nas regiões Nordeste e Sul, usando vetores autoregressivos (VAR). Procura-se avaliar quantitativamente o grau de assimetria em termos das respostas dos índices de produção industrial das respectivas regiões a um choque de política monetária. Constata-se que as respostas ao impulso associadas ao choque de política monetária para as duas regiões em termos agregados são bastante assimétricas. O Sul tende a reagir mais fortemente ao choque que o
Nordeste. O impacto em nível estadual é também bastante assimétrico. Apesar dos estados do Sul serem mais afetados pelo choque de política monetária relativamente aos Estados nordestinos, Bahia e Pernambuco reagem fortemente ao choque em comparação com o Nordeste como um todo.


Palavras-chave


Política Monetária; Economia Regional; Vetores Auto-regressivos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia