DISPOSIÇÃO A PAGAR PELO ATERRO SANITÁRIO DA MICROREGIÃO DO CARIRI-CE, BRASIL

Rogério César Pereira de Araújo, Camila Pereira Brígido Rodrigues, Vanecilda de Sousa Barbosa, José César Pontes Moreira

Resumo


A disposição final dos resíduos sólidos urbanos em aterros sanitários ainda é uma tecnologia inacessível a inúmeras cidades brasileiras de pequeno e médio porte, em parte, devido aos seus elevados custos de implantação e operação. Para contornar essa limitação, o Consórcio Intermunicipal tem sido proposto como uma alternativa promissora. Para avaliar os benefícios desta política, esse estudo mensurou a disposição a pagar (DAP) dos residentes da Região Metropolitana do Cariri (RMC), localizado no estado do Ceará, pela instalação de um aterro sanitários gerenciado na forma de consórcio intermunicipal. Utilizando o método de Valoração Contingente, um questionário estruturado foi aplicado a uma amostra de 610 residentes da RMC. As DAPs média e mediana foram estimadas por dois modelos de regressão (linear múltipla e intervalar). A DAP mediana estimada pela regressão intervalar foi R$ 5,86/hab.mês que corresponde a 0,34% da renda média mensal individual.


Palavras-chave


Resíduos Sólidos Urbanos. Saneamento Básico. Preferência Declarada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia