Condicionantes da pobreza multidimensional nos municípios do Ceará pós-Constituição Federal de 1988

Francisco Diniz Bezerra, Ahmad Saeed Khan, Leonardo Andrade Rocha

Resumo


A pesquisa objetivou a identificação e análise dos principais condicionantes da pobreza multidimensional nos municípios do Ceará no período pós-Constitutição de 1988. Definido o conceito de pobreza com base na abordagem das capacitações e das necessidades básicas, foi realizada a adequação do Índice de Pobreza Multidimensional (IPM) do PNUD para mensurar a pobreza nos municípios cearenses, utilizando dados dos Censos Demográficos de 1991, 2000 e 2010. Delineou-se um modelo econométrico de dados em painel do tipo linear-logarítmico, no qual o IMP representoy a realidade da pobreza nos municípios do Estado e oito variáveis explanatórias representam os fatores condicionantes. Os resultados indicaram que os investimentos em eduucação, em saúde e serviços básicos de infraestrutura domiciliar contribuíram positivamente para reduzir a pobreza nos municípios do Ceará. Maior equidade na estrutura fundiária, maior produtividade na agropecuária, assim como a elevação da renda associada à menor desigualdade, também constituíram fatores endógenos que explicam a melhoria no IPM das municipalidades cearenses. Apesar dos avanços observados entre 1991 e 2010, o Ceará continua um Estado multidimensionalmente pobre.

Palavras-chave


Pobreza multidimensional; Condicionantes da pobreza; Abordagem das capacitações; Abordagem das necessidades básicas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia