Capacidade científica e tecnológica na área de petróleo em Pernambuco e as perspectiva para Suape

Danilo de Arruda

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de traçar o perfil das capacidades científicas e tecnológicas instalada em Pernambuco e as perspectivas e relações em torno do território de Suape que passou ser um dos eixos das estratégicas de políticas para a indústria de petróleo, gás, naval e offshore no Brasil (PGNO) com a conformação do ASPIL de Petróleo de Ipojuca/Suape Global. Realizou-se uma pesquisa secundária a partir dos dados do Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq. Com base nesse levantamento, procedeu-se uma pesquisa de campo com entrevista e aplicação de questionário junto aos grupos de pesquisa. As capacitações científicas e tecnológicas apresentam interação incipiente com os empreendimentos dinamizados em Suape. Tais capacidades locais, ao se articular com aquelas gestadas em outros territórios e de mesma monta, podem integrar um sistema nacional de inovação em petróleo, dinamizado e potencializado a partir dos subsistemas, os arranjos e sistemas produtivos e inovativos locais. Promover a endogeneidade da base de C&T e a interação com a estrutura produtiva local, bem como com os demais empreendimentos gestados em outros territórios, passam a ser o caminho para dinamizar os ramos de petróleo, gás natural, naval e offshore no Brasil.

Palavras-chave


Políticas; Interações; Inovações.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia