Ciclos de produção e preços na cultura cafeeira

Rômulo José Soares Miranda, Elaine Aparecida Fernandes, Orlando Monteiro da Silva

Resumo


Constata que a cultura do café teve sempre uma importância primordial para a economia brasileira, com destacada participação nas receitas cambiais, na transferência de renda entre setores e na formação de capital no setor agrícola nacional. Outro fator que privilegia o Brasil na produção cafeeira é o fato de sua produção ser em larga escala e diversificada, ao contrário da maioria dos demais países produtores, que se especializaram na produção de uma única espécie. Contudo, a persistência de grandes flutuações nos preços e nas quantidades produzidas foi sempre um sério problema para o setor. Este estudo, utilizando-se das análises de tendência e espectral analisa o comportamento da produção e preço de café no período de 1900 a 2006. Os resultados indicaram a existência de ciclos médios nos preços e na produção, com durações de 6 e 2,5 anos, respectivamente. Conclui que a existência de flutuações cíclicas nos preços do café pode provocar instabilidade tanto na renda do produtor como nas despesas dos consumidores. Essa instabilidade pode gerar desestímulos na produção em períodos de preços baixos, ou excesso de produção em decorrência de preços elevados.

Palavras-chave


Café. Análise espectral. Ciclos. Séries temporais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia