Avaliação da rentabilidade em condições de risco do café ecológico da área de proteção ambiental da Serra de Baturité-CE

Nidyane Costa de Souza, Roberio Telmo Campos, Rosemeiry Melo Carvalho, José Ednilson de Oliveira Cabral

Resumo


A maior região produtora de café do Estado do Ceará situa-se em uma área de Preservação Ambiental (APA), onde os produtores convivem com a especulação imobiliária, a instabilidade dos preços e a baixa produtividade. O artigo objetiva avaliar a rentabilidade, sob condições de risco, do café ecológico produzido nessa APA. Para tanto, utiliza dados primários, referentes à safra de 2007/08, além de dados secundários. Usa o método de análise Simulação de Monte Carlo, dividida em cenários. Tomando o lucro como critério de decisão para o produtor permanecer na atividade, identifica risco na faixa de médio a elevado para os produtores que utilizam máquinas de beneficiamento de café; os maiores lucros médios foram alcançados pelos médios e grandes produtores sem máquina beneficiadora. Confirma a rentabilidade em todos os cenários, com resultados médios superiores aos limites estabelecidos para os indicadores.

Palavras-chave


Café Ecológico. Rentabilidade. Risco.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia