Dimensões estruturais dos empreendimentos de economia solidária: uma análise para os estados da Bahia e Paraná

Sandro Pereira Silva, Fernanda Abreu Nagem

Resumo


Este artigo analisa o contexto atual de desafios estruturais e potencialidades em que se encontram os Empreendimentos de Economia Solidária (EES). Como objeto empírico, utilizaram-se os dados auferidos pelo Mapeamento da Economia Solidária no Brasil sobre a organização dos EES nos Estados do Paraná e da Bahia. Em linhas gerais, pode-se conceituar economia solidária como o conjunto de iniciativas com fins econômicos ou comunitários que se organizam pela ótica do trabalho associativo, autogestionário e que, de alguma maneira, busquem transcender essa democracia a outras esferas da vida social que não somente a econômica. De uma maneira geral, conclui que, embora existam algumas especificidades próprias no conjunto dos EES em cada um desses estados, as dificuldades estruturais enfrentadas são semelhantes, e não divergem também nos demais estados brasileiros.


Palavras-chave


Economia Solidária. Trabalho Associado. Geração de Trabalho e Renda.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia