Convergência ou divergência no desenvolvimento? Um estudo com clusters para o Sudeste e o Nordeste do Brasil, 1990-2010

Renato Silva de Assis, André de Mattos Marques

Resumo


A abertura econômica e a estabilização dos preços no Brasil concorreram para o aumento do bem-estar no País desde meados dos anos 1990. Nessa direção, a análise de indicadores sociais e econômicos das últimas três décadas evidencia que houve melhoria em uma série de indicadores isolados tanto no Sudeste – região mais desenvolvida - como no Nordeste - região menos desenvolvida. Quando considerados conjuntamente, porém, esses indicadores podem fornecer uma imagem mais compacta do País e sua evolução no tempo. A partir de uma base de dados de vinte variáveis, o objetivo principal do estudo foi verificar se há indícios de convergência ou divergência em cinco dimensões do desenvolvimento entre as duas regiões no período de 1990 a 2010. Os resultados sugerem que há indícios de convergência dentro do cluster do Nordeste, porém, a distância entre as duas regiões não se reduziu. Os resultados do teste de Wilcoxon indicam que não houve mudanças estatisticamente significativas na distância entre os estados. Dentro das duas regiões os padrões de desenvolvimento se tornaram mais homogêneos, porém, as duas regiões continuam com padrões distintos de desenvolvimento.


Palavras-chave


Multidimensional; Desenvolvimento; Convergência; Divergência; Análise de Agrupamentos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia