Determinantes das Desigualdades Salariais nas Macrorregiões Brasileiras: Uma Análise para o Período 2001 – 2006

Mércia Santos da Cruz, Flávio Ataliba Barreto, Loraine Menêses dos Santos, Keynis Cândido de Souto

Resumo


Estuda os determinantes do crescimento da renda do trabalho, em cada macrorregião do país, pela metodologia de decomposição proposta por Fields (2002). Usando dados da Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar (PNAD) para o período 2001-2006, a decomposição mostra que a variável educação constitui-se como a mais importante determinante da desigualdade de renda salarial para todas as macrorregiões do país. Entretanto, nota-se a queda contínua da participação desta variável na explicação da desigualdade em todas as regiões. Por outro lado, a idade e o gênero dos entrevistados vêm apresentando crescimento como fator determinante na explicação da desigualdade salarial, principalmente no Nordeste e no Norte. Em ordem de importância, têm-se o indicador de formalidade e a variável que determina a sindicalização. Destaca-se que, no Nordeste, a importância de os trabalhadores serem formalizados em seus empregos vem-se mostrando significante, porém decrescente

Palavras-chave


Desigualdade. Macrorregiões. Metodologia de Decomposição em Nível.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia